JAVA Programar

O Blog para aprender JAVA!

03 setembro 2009

Java – Uma linguagem de programação orientada a objectos (POO)

4 comentários

Sim. O Java tem como paradigma a programação orientada a objectos, ou em termos mais simples: ao programar Java tem que pensar, que existem objectos e que cada um deles faz determinadas operações. Ainda não percebeu? Não se preocupe, mais a frente vamos explicar isso melhor.
Nota: Se está a aprender Java, mesmo já sabendo programar outra linguagem que não seja orientada a objectos, leia muito atentamente e com calma este artigo pois assim, poderá entender melhor como se programar em Java. Eu já passei pelo mesmo, ao tentar perceber como programar Java.
Na Programação Orientada a Objectos ou POO, existem:
  • Objectos
  • Classes
  • Atributos
  • Métodos
Esta é a base do que se tem mesmo que entender, pois existem outras características do POO.
Explicando melhor cada um:
  • Classe: É o que define o comportamento dos objectos, através de métodos.
  • Objecto: É a instancia ou o resultado do molde (classe). Ele se comporta ou faz conforme foi moldado pela classe.
  • Método: Define como se comporta ou o que faz o objecto.
  • Atributos: Define as características do objecto.
Exemplo prático: a fábrica de bicicletas (classe), fabrica bicicletas (objectos) com os seus moldes. Todas elas andam para frente e travam (métodos), mas cada uma tem cor, tipo material e tamanho da roda diferentes (métodos). A bicicleta nº 1 (objecto) é verde, é de alumínio, e tem roda nº 26 (atributos). A bicicleta nº 2 (objecto) é amarela, é de ferro, e tem roda nº 20 (atributos).
Para melhor perceber nada melhor do que uma imagem:

Uma imagem vale por mil palavras :D

Algoritmo do exemplo acima:
classe Fábrica Bicicletas (Cor, Tipo material, Tamanho roda) {
Andar para frente() {
// Anda para frente a bicicleta
}
Travar() {
// Trava a bicicleta
}
}
Bicicleta1 = criar objecto(verde, alumínio, 26) // Cria o objecto Bicicleta1

Bicicleta2 = criar objecto(amarela, ferro, 20) // Cria o objecto Bicicleta2
Nota: Isto não é Java! É apenas um algoritmo para simplificar.

Resumindo mais uma vez (para ficar bem percebido): os programas em Java são constituídos por classes. Cada classe tem vários métodos, que definem o que fazem. Os objectos são o resultado ou a concretização de uma classe, em que os atributos são as características de cada objecto.

Vantagens
  • Modularidade – uma vez que o objecto é criado, ele pode funcionar independentemente do resto do programa. Assim poderá aproveitado por outros programas ou ser substituído.
  • Reusabilidade – poder ser reaproveitado, sem necessidade de escrever todo o código novamente, ou seja de fácil manutenção.
  • Encapsulamento – depois de os objectos são criados, só precisa de usá-los, sem se preocupar com os detalhes da sua implementação.
  • Produtividade – não é necessário repetir todo o código para fazer uma coisa pouco diferente de uma classe já criada, poupando tempo.
Desvantagens
  • Alguns programas simples podem ficar mais difíceis de desenvolver, criados em POO, pois requer mais organização por parte do programador.
Esta é uma das bases do Java: a Programação Orientada a Objectos (POO). Sabendo isto na ponta da língua, será muito mais fácil “pensar” na linguagem Java. Se tiver alguma dúvida ou pergunta a colocar, não hesite, comente!
Read full story

02 setembro 2009

O que é preciso para se programar Java?

0 comentários

Antes de se começar a aprender Java, é preciso ter o material para se poder trabalhar. E são apenas 3 passos a fazer, para ter tudo a funcionar.

Antes de tudo apenas precisa de ter um PC ou MAC, com um destes sistemas operativos:

  • Windows
    • 2000
    • XP (32/64-bit)
    • Vista (32/64-bit)
    • 7 (32/64-bit)
    • 2003 Server (32/64-bit)
    • 2008 Server (32/64-bit)
  • Linux
    • Ubuntu
    • Red Hat 9.0
    • Red Hat Enterprise Linux AS 2.1, 3.0 (32/64-bit)
    • Red Hat Enterprise Linux WS 2.1
    • Red Hat Enterprise Linux ES 2.1
    • SuSE 8.2
    • SLEC 8
    • SLES 8 (32/64-bit)
    • TurboLinux 8.0
    • Ou outra distribuição no mínimo com Kernel 2.6.17
  • Mac
    • Mac OS X v10.1 (mínimo)
  • Solaris
    • 10 (32/64-bit)
    • 9 (32/64-bit)
    • 8 (32/64-bit)

Como podemos ver, praticamente podemos programar e usar o Java numa grande variedade de computadores, nos principais sistemas operativos existentes.

    1. Primeiro temos de ter o Java propriamente dito, e o que precisamos é do Java Development Kit (JDK). Basicamente o JDK, é o compilador Java e incluindo as suas bibliotecas “standard”, para poder começar a programar.

      Para isso basta fazer o Download a partir deste link: Java Development Kit (JDK) E depois escolha a ultima versão e faça o Download do respectivo sistema operativo.

      Lá terá de escolher qual o seu sistema operativo e colocar um “visto” (V) em como concorda com a licença.

      Nota: Para os utilizadores Mac, utilize a função “Actualização de Software”(Software Update), se tiver dúvidas vá a este link: http://support.apple.com/kb/HT1338?viewlocale=pt_PT

    2. Só com apenas o JDK, já poderíamos começar a programar… Mas, para poupar tempo, facilitar-nos a vida, e como todos usam, é por instalar um IDE (Ambiente Integrado de Desenvolvimento). Existem montes de IDE’s, mas existem um que para o Java é simplesmente imbatível: NetBeans. O NetBeans, permite facilmente escrever, compilar, depurar, e instalar programas, e muito mais! Foi arquitectada numa estrutura de ser reutilizável, simplificar o desenvolvimento e aumentar a produtividade. Ela é totalmente escrita em Java, por isso também poderá correr em qualquer sistema operativo. O suporte é igualmente à lista anterior de sistemas operativos suportados.

      Para o obter basta fazer o Download clique no seguinte link: NetBeans IDE E depois escolha a ultima versão e faça o Download do respectivo sistema operativo.

      Nota: Terá de ter o JDK instalado primeiro, para poder instalar o NetBeans.

    3. Adicionar o JAVA Programar aos seus favoritos! Adicione-o já e irá aprender Java facilmente e em português! Para isso apenas carregue: CTRL+D Funciona em Mozilla Firefox, Google Chrome e Internet Explorer.

Qualquer dúvida, é só perguntar! Boa programação!

Read full story

Java Development Kit (JDK) v 6 update 16

0 comentários

O Java Development Kit (JDK) é o essencial para poder programar em Java. Contém compilador Java e incluindo as suas bibliotecas “standard”, para poder começar a programar.

Alterações feitas em relação à versão anterior (6 u15):

  • Alterações ao JDWP threadid durante a sessão de depuração (levando à ignorar a interrupção)

Download

Read full story

NetBeans IDE v 6.7.1

0 comentários

NetBeans é melhor dos melhores IDE’s para poder programar muito facilmente em Java. Permite facilmente escrever, compilar, depurar, e instalar programas, e muito mais!
Alterações feitas em relação a versão anterior 6.7:
  • Suporte ao JavaFX 1.2
  • Actualização do GlassFish v3 Prelude para incluir as correcções do pacote #28f
  • Integração de correcções de bugs importantes com base no feedback dos utilizadores, especialmente no editor do Java e na área de digitalização do projecto.
Downloads

Nota: É necessário ter o Java Development Kit (JDK) instalado primeiro! Download JDK
Read full story

O que é Java?

4 comentários

Java é uma linguagem de programação, orientada a objectos, portátil e de alto nível. Ao contrário das outras linguagens de programação ela é compilada para "bytecode" e executada numa máquina virtual.


  • O que se pode fazer em Java?
    TUDO! Permite que jogue Online, conversar com pessoas de todo o mundo, calcular a taxa de juros, ver imagens 3D, e até mesmo a NASA usou o java para a sonda Spirit para Marte.

  • Vantagens em se usar Java
    • É 100% grátis e de código fonte aberto (open source)!
    • Tem uma excelente documentação.
    • É usada por mais de 6,5 milhões de desenvolvedores incluindo eu.
    • Esta presente em quase todos os lugares – desde telemóveis, computadores, servidores, TV’s, etc.
    • Portabilidade – escreva uma vez, execute em qualquer lugar "write once, run anywhere".
    • Orientado a objectos – facilidade em reutilizar a linha de código.
    • Recursos de rede – extensa biblioteca para utilização do TCP/IP, HTTP, FTP, etc.
    • Segurança – executar programas via rede com restrições.
    • Sintaxe parecida com C, C++, C#.
    • Suporte nativo a UNICODE.
    • Distribuída com um vasto conjunto de bibliotecas (API’s).
    • Facilidades para criar programas distribuídos e multitarefa.
    • Desalocação automática de memória pelo processo: colector de lixo (garbage collector).
    • Criar programas para execução em navegadores e serviços da Web.
    • Desenvolver aplicações no lado do servidor usados tanto em fóruns, lojas e pesquisas Online, como no processamento de formulários HTML.
    • Criar programas potentes e eficazes para telemóveis, processadores remotos, produtos de consumo de baixo custo e praticamente qualquer outro dispositivo com tecnologia digital.

  • Onde está presente?
    O Java esta praticamente presente em quase tudo: telemóveis, televisões, o seu computador, impressora, webcam’s, servidores, BluRay, etc… Até muitas das páginas da Internet que visita estão escritas em Java. Na próxima vez, repare nas páginas que visita, se vir a página com a extensão .JSP, quer dizer que está escrita em Java.

    Em termos quantitativos o Java está presente em mais de 4,5 mil milhões de dispositivos:
    • Mais de 800 milhões de computadores
    • 2,1 mil milhões de telemóveis e outros dispositivos portáteis
    • 3,5 mil milhões de cartões inteligentes
    • Para além de set-top boxes, impressoras, webcam’s, jogos, sistemas de navegação (GPS), terminais, dispositivos médicos, guichés de pagamento de estacionamento etc.

  • Edições do Java
    O Java tem várias edições para vários objectivos, e ela tem 3 edições principais: J2SE, J2ME e J2EE.
    • Java 2 Standard Edition (J2SE): É a tecnologia usada no seu computador, tanto de secretária como portáteis. A maioria dos programas são desenvolvidos para esta tecnologia.
    • Java 2 Mobile Edition (J2ME): É usada em dispositivos móveis com limitações de memória e processamento. Usada em telemóveis, palm top’s, pocket pc’s, smartphone’s, etc.
    • Java 2 Enterprise Edition (J2EE): É usada em servidores, onde a segurança é a principal preocupação, e tolerante a falhas.

Para não o confundir mais, basicamente está aqui a explicação do que é o Java. Nos próximos artigos explicaremos com mais detalhe cada funcionalidade do Java!
Qualquer dúvida, comente aqui!

Leia também: O que é preciso para se programar Java?
Read full story
 

Followers

JAVA Programar © 2008 Business Ads Ready is Designed by Ipiet Supported by Tadpole's Notez